Projeto Lontras consegue reprodução em cativeiro

22/02/2018 12:24

Mais uma vez a mídia reporta esse importante trabalho realizado pelo Instituto EkkoBrasil, responsável pelo Projeto Lontras. Alesandra Bez Birolo, presidente da EkkoBrasil, integra o quadro de membros da CEUA-UFSC como representante de organização de proteção animal.

Governo anuncia ganhadores de prêmio sobre substituição de animais em pesquisas

04/12/2017 18:42
Da Agência Brasil

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) anunciou hoje (10) os ganhadores da primeira edição do Prêmio MCTIC de Métodos Alternativos, criado para estimular a pesquisa científica e o desenvolvimento de métodos alternativos à experimentação animal. O resultado prático dos projetos selecionados deve promover a redução no uso dos animais em pesquisas, substituindo-os por alternativas sempre que possível.

Composta por representantes do ministério, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e do Grupo Boticário, a comissão organizadora levou em conta critérios técnicos e a originalidade dos trabalhos inscritos, que tinham que estar alinhados ao chamado Princípio dos 3Rs: redução, refinamento e substituição (na sigla em inglês).

(mais…)

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 35, DE 11 DE AGOSTO DE 2017

15/08/2017 10:34
CONSELHO NACIONAL DE CONTROLE DE EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 35, DE 11 DE AGOSTO DE 2017
Dá nova redação ao segundo parágrafo do item VI e ao primeiro parágrafo do item VII do Anexo
da Resolução Normativa nº 33, de 18 de novembro de 2016, que baixou o Capítulo
“Procedimentos -Roedores e Lagomorfos mantidos em instalações de instituições de ensino
ou pesquisa científica”, do Guia Brasileiro de Produção, Manutenção ou Utilização de Animais
em Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.
O Presidente do Conselho Nacional de Controle de Experimentação de Animal (CONCEA),
no uso de suas atribuições legais e regulamentares, tendo em vista o disposto no inciso V do art. 5º da Lei nº 11.794, de 8 de outubro de 2008, resolve:
Art. 1º O segundo parágrafo do item VI e o primeiro parágrafo do item VII do Anexo da Resolução Normativa nº 33, de 18 de novembro de 2016, passam a vigorar com a seguinte redação:
“VI – Controle da dor: anestesia, analgesia e sedativos
É de fundamental importância uma equipe qualificada para reconhecer os sinais de dor. O veterinário é responsável pelos planejamentos anestésicos e pela instrução na monitoração da profundidade anestésica na espécie alvo.
VII – Procedimentos cirúrgicos
Define-se procedimento cirúrgico como uma intervenção que requer acesso a um tecido vivo. No cenário científico, o tipo de procedimento dependerá do propósito científico e pode variar desde uma incisão superficial até a penetração de uma cavidade do corpo, intervenção em órgão(s) ou dissecação tecidual extensa, que deverá ser realizada sob supervisão de um médico veterinário de acordo com as definições da Diretriz Brasileira para o Cuidado e Utilização de Animais em Atividades de Ensino ou de Pesquisa Científica (RN 30).” (NR)
Art. 2º Esta Resolução Normativa entra em vigor na data de sua publicação.
GILBERTO KASSAB

Pesquisadora brasileira ganha o Prêmio da Declaração de Basileia deste ano para Educação em Pesquisa em Animais

07/07/2017 18:03

Este ano, a Sociedade Declaração de Basileia (BDS) concede o Prêmio de Educação em Pesquisa Animal pela sexta vez. O vencedor do prêmio 2017 é Cilene Lino de Oliveira do Departamento de Ciências Fisiológicas do Centro de Ciências Biológicas da Universidade de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil. Esta simpática cientista brasileira ensina o curso “Cuidados e bem-estar dos animais de laboratório” em sua universidade e espera ganhar ainda mais experiência internacional através do atendimento ao curso na Suíça, para que ela possa oferecer aos alunos o melhor ensino possível.
(mais…)